blog

Índice

Postagens

14 de Agosto de 2015  –  atualizado em 11 de Março de 2016

Weird Barrel em Ribeirão Preto

Um brewpub, traduzindo, seria uma espécie de fábrica-bar, isto é, um bar que produz a sua própria cerveja. Diferentemente de uma cervejaria que possui um bar próprio, os chamados bares da fábrica, como é o caso da Eisenbahn em Blumenau, ou então da Baden Baden em Campos do Jordão, ou mesmo a Invicta em Ribeirão Preto – todos excelentes lugares, inclusive, que valem a visita – pra citar alguns dos mais famosos no meio das cervejas especiais e/ou micro cervejarias, um brewpub é antes um bar do que uma cervejaria.

Inclusive, em muitos casos, não é possível encontrar a cerveja do local engarrafada, em supermercados ou mesmo em lojas especializadas. Muitos vendem um próprio growler e é possível recarregá-lo com o chope desejado no bar, para levar a cerveja para casa, geralmente a um custo ligeiramente inferior ao cobrado no local.

É um mercado em plena ascensão, já que muitos dos custos e da burocracia para se vender um produto industrializado são reduzidos. A proposta de um produto fresco, raro e de consumo local deixam a coisa toda ainda mais interessante. Alguns lugares que seguem este exemplo, mais famosos e casos de sucesso já: a Cervejaria Nacional em São Paulo e o Fritz em Campinas – lugares que hoje em dia vendem as suas cervejas engarrafadas. Há vários outros se espalhando rapidamente pelo Brasil, junto com o movimento cervejeiro, criando e fomentado micro cervejarias locais.

Growlers clássicos

O Bar

Ribeirão Preto é sinônimo de boa cerveja: Colorado, Invicta, Lund, Walfanger. O Weird Barrel veio pra aumentar ainda mais a potência da cidade na cena cervejeira. Inaugurado em maio deste ano (2015), o pub vem crescendo e ganhando novos fãs. Fiz a visita ao bar em julho para conferir o local, e incluir aqui na lista dos “bares que amamos” do Sagrado Lúpulo. O bar é coordenado pelo pessoal da Academia de Ideias Cervejeiras – a galera que organiza o IPA day em Ribeirão Preto, então já dá pra sentir que vem coisa boa né!?

A temática do bar é toda inspirada nos piratas, e a ideia é de ser um pub com cerveja boa, fresca (mas sem frescura) e comidas boas, saborosas e bem servidas. De fato, é possível comer bem no local, pedimos um lanche que veio super bem servido e era bastante saboroso. O bar, incentivando a ideia de consumo responsável, oferece água potável de graça. A casa conta com 7 chopes hoje no cardápio, mas a ideia é lotar as 10 torneiras disponíveis, então tem espaço pra mais três ainda. Destaque para a Naughty Grog, uma Black IPA ganhadora de alguns prêmios já.

Água potável Destaque para a bica com torneira de chope

As cervejas

Não experimentei todas as cervejas do local, inclusive, no dia que visitei o bar, tanto a Session Ipa (Pirate’s Flip) como a IPA (Fancy Burp) não estavam disponíveis. Comecei com uma Summer Ale com dry hopping de Citra (Hard Tack), bastante agradável no paladar. Depos tomei m ESB (Royal Navy), saborosa, mas senti algum off flavor na cerveja (clorofenol, possivelmente), não muito acentuado, mas chegava a incomodar um pouco. Outras pessoas também sentiram. O mesmo pude perceber na Oatmeal Stout também, não sei se algo relacionado a água na produção, ou a sanitização.

Pra finalizar, tomei a excelente Black IPA deles, envelhecida em barris de rum, uma cerveja muito bem feita e bem adaptada ao estilo. Em média se paga oito reais o meio pint da cerveja (290 ml), e 14 reais o pint (570 ml). Um preço bem honesto, considerando a qualidade de cerveja e também o fato de estarmos em um bar.

Impressão geral

A impressão geral do local foi muito positiva, o atendimento é ótimo, o pessoal é super atencioso e bem preparado. A decoração e os detalhes são muito bem pensados e cuidados. Desde o banheiro até a pia onde se bebe água. O lugar é amplo, com uma área interna e uma varanda externa (também pudera, com o calor que faz em Ribeirão), e além disso é possível visualizar o local onde são feitas as cervejas.

O único ponto a prestar atenção e melhorar mesmo é em algumas receitas, mas acredito que com o tempo as coisas tendam a se estabilizar – e além disso não consegui provar as IPAs também. Certamente entrou pra minha lista de bares preferidos, e sempre que estiver por Ribeirão vou dar uma passada por lá para tomar um chope dos “pirata”.


Serviço

Rua Altino Arantes, 1854, Jardim Sumaré
Ribeirão Preto – SP
de terça a domingo, das 18 a 1h